quarta-feira, 23 de Abril de 2014

As nossas Crónicas na Revista Visão

É com agrado que registamos aqui o início da nossa colaboração com a Revista Visão Vida e Viagens. A nossa rubrica, inserida na secção Diários de Viagem, tem o nome de “Rostos do Oriente – de Pequim a Bombaim”, e nela vamos partilhar alguns dos melhores episódios da nossa fascinante viagem pelo Oriente.
Para saberem mais, nada como passar pelo site da Visão e lerem a nossa Crónica de Apresentação. Esperamos que gostem!

segunda-feira, 21 de Abril de 2014

O Bairro Português em Malaca

Bem-vindos ao Bairro Português de Malaca
O Bairro Português, é o bairro mais famoso de Malaca. Nos longínquos 130 anos de presença na cidade, os nossos navegadores deixaram um legado que milagrosamente sobreviveu até aos nossos dias. É este legado, histórico e humano, e o férreo sentimento de nacionalidade portuguesa que vos queremos dar a conhecer neste artigo.

quinta-feira, 17 de Abril de 2014

Via Sacra em Jerusalém

A Via Sacra é no fundo um exercício de reflexão, que consiste em percorrer mentalmente o trajeto que Jesus percorreu, carregando a cruz, do Pretório até ao Calvário, ao longo de 14 estações, que representam cenas da Paixão de Cristo.
Nesta Páscoa convidamos-vos a fazerem esse percurso pelas ruas da Cidade Santa de Jerusalém. Aproveita-mos também este artigo para desejar uma Santa Páscoa a todos os nossos leitores.

quarta-feira, 16 de Abril de 2014

5 anos de Crónicas

Faz hoje 5 anos que nasceram as Crónicas de Um VagaMundo, um projeto que surgiu da necessidade de dar expressão ao nosso gosto pela escrita e pela fotografia, e da vontade de partilharmos as nossas experiências de vida e viagem.
Foi aqui que partilhamos o nosso dia-a-dia durante os 3 anos em que vivemos fora de Portugal, primeiro em Copenhaga e depois em Boston. Foi aqui que relatamos as nossas viagens por cerca de meia centena de países, espalhados por cinco continentes. Foi aqui que narramos as intensas vivências dos Caminhos de Santiago. Foi graças a este espaço que temos vindo a conhecer pessoas extraordinárias, que começaram por ser nossos leitores e que se tornaram nossos amigos.

Por tudo isso este é um espaço muito especial para nós e é com enorme satisfação que o vemos chegar a esta idade. É com redobrado entusiasmo que iremos dar continuidade a este projeto.

A todos os que nos têm acompanhado ao longo destes anos o nosso sincero obrigado. Sem vocês este espaço não faria sentido.

Esperamos que continuem a gostar de viajar connosco!

Segue-nos no Facebook e no Google+

segunda-feira, 14 de Abril de 2014

Malaca

A histórica cidade de Malaca, fundada no séc. XIV por Parameswara, é conhecida pelos portugueses como uma das suas cidades portuárias mais importantes nas rotas comercias entre a Europa e a Ásia. Conquistada por Afonso de Albuquerque em 1511, tomada pelos holandeses em 1641 e entregue aos Ingleses em 1795, Malaca era cobiçada pela sua posição comercial estratégica, por condições climatéricas mais amenas do que região circundante e pela vastidão de recursos.

sexta-feira, 11 de Abril de 2014

Kuala Lumpur -Malásia

Chegar a Kuala Lumpur (KL), vindos da pacata capital do Laos, é como regressar ao dito “mundo desenvolvido”, com um “flavour” oriental e tropical.

Depois de quase um mês a percorrer a Indochina, em que a lei é negociar tudo sem exceção, estávamos de volta aos preços tabelados; trocávamos as carrinhas de caixa aberta e os autocarros desconjuntados pelo conforto do moderno metro de KL, trocávamos as ventoinhas pelo ar condicionado. Deixávamos para trás as Bia Hoi´s e as Beerlao´s, dizíamos adeus aos cenários bucólicos da Indochina, e um “olá tímido” à selva de arranha-céus, em contínuo crescimento, que é a capital da Malásia. Uma espécie de Amazónia de betão, ou se preferirem uma Nova Iorque tropical “under construction”.

quarta-feira, 9 de Abril de 2014

O que levar na mochila para o Caminho de Santiago

Uma das maiores preocupações do peregrino dos Caminhos de Santiago prende-se com o equipamento que deve levar na mochila. Na esperança de ajudar aqueles que se preparam para fazer o Caminho, aqui vão as nossas dicas a partir da nossa experiência.

segunda-feira, 7 de Abril de 2014

Preparação para o Caminho de Santiago

Uma vez tomada a decisão de peregrinar até Santiago de Compostela, o passo seguinte é iniciar a preparação para o Caminho. É sobre a nossa experiência de preparação que falamos no artigo de hoje.

sexta-feira, 4 de Abril de 2014

Como chegar a Saint Jean Pied de Port

Temos vindo a receber muitos mails de leitores, que nos perguntam quais as melhores opções para se chegar a Saint Jean Pied de Port, utilizando transportes públicos. Esperamos com este artigo ajudar futuros peregrinos a chegar, de uma forma prática e económica, ao início do seu Caminho Francês de Santiago.

quarta-feira, 2 de Abril de 2014

Caminho Francês de Santiago

O Caminho Francês de Santiago, também conhecido pelo Caminho das Estrelas, é o itinerário Jacobeo mais utilizado pelos peregrinos para chegar até ao túmulo do Apóstolo Santiago.
E não pensem que é uma moda moderna. Desde a Idade Média que milhares de peregrinos, oriundos de toda a Europa, convergem neste Caminho, seguindo a Via Láctea rumo a Santiago de Compostela.
As principais vias deste Caminho na França e na Espanha foram inclusivamente descritas, no século XII, no famoso livro jacobeu Códex Calixtinus, cuja autoria muitos atribuem ao Papa Calisto II. Nele os peregrinos podiam conhecer os pontos de referência ao longo do caminho (para não se perderem), mas também obter informações preciosas sobre as localidades onde pernoitar, que santuários se encontravam no caminho, quais os costumes locais e até mesmo onde se localizavam as principais fontes. É provavelmente o guia de viagens mais velho do mundo.
Os quatro principais itinerários do Caminho Francês de Santiago, descritas no Códex Calixtinus, são hoje considerados Património Cultural Europeu pela UNESCO. Três dessas rotas (Paris-Tours, Vézelay-Limoges e Le Puy-Conques) convergem em Saint-Jean-Pied-de-Port (SJPP), a localidade francesa onde mais peregrinos encetam o seu Caminho, entrando em Espanha por Roncesvalles. O quarto itinerário (Arles-Toulouse), conhecido pelo nome de Caminho Aragonês, entra em Espanha pelo porto de Samport e une-se ao itinerário que sai de SJPP em Puente la Reina.

Placa de estrada há saída de Roncesvalles, 26kms depois de SJPP
De SJPP são sensivelmente 800 mágicos quilómetros até se chegar a Santiago. Este troço é por muitos considerado o Caminho de Santiago por excelência, sendo que nenhuma outra rota jacobeia granjeia da reputação internacional deste traçado. Um prestígio que muito deve ao livro “Diário de Um Mago”, da autoria de Paulo Coelho, e ao filme de culto “The Way”, do realizador Emilio Estevez.
Nós também optamos por iniciar o nosso Caminho em SJPP, não só pela sua fama e simbolismo, mas sobretudo porque este troço está soberbamente bem marcado e está dotado de todas as infraestruturas necessárias ao peregrino. Nos dias de hoje não precisamos do Códex para nos orientarmos até Santiago de Compostela, basta seguir as famosas setas amarelas, criação do Padre Elías.
Naturalmente que percorrer 800kms a pé, ou mesmo de bicicleta, não é tarefa fácil e exige, para além de muito esforço e perseverança, algum tempo livre. Portanto não é de estranhar que a localidade de onde partem mais peregrinos para percorrer o Caminho Francês seja a galega Sarria, que dista 120kms de Santiago.
O peregrino que deseje obter a Compostela, tem de percorrer pelo menos os últimos 100 kms a pé, ou 200 kms caso siga de bicicleta ou a cavalo – neste caso será necessário sair de Astorga. Para obter a Compostela é necessário levar consigo a Credencial do Peregrino e carimbar a mesma no mínimo duas vezes por dia ao longo do Caminho.
Nós demoramos mais de 40 dias a chegar a Santiago, mas os nossos pés calcorrearam cada um dos 800km deste caminho de peregrinação milenar. Para nós foi um caminho de reflexão, descoberta, aprendizagem, fé. Foi um caminho de desânimo, irritação, desalento, desconforto. Foi um caminho de alegria, riso, canto, jubilo. Foi um caminho de lágrimas, desilusões, tristezas, desapontamentos. Foi um caminho de coragem, perseverança, conquistas, Amor.
São os relatos desses dias que agora vos convidamos a ler, ao longo de mais de 40 crónicas repletas de fotografias. Para muitos servirá para recordar… para outros talvez seja o início do seu Caminho de Santiago. A todos desejamos um Bom Caminho para a Vida!

Ultreya et Suseya!

Etapas Caminho Francês de Santiago
De Saint-Jean-Pied-de-Port a Roncesvalles
De Roncesvalles a Zubiri
De Zubiri a Trinidad de Arre
De Trinidad de Arre a Pamplona
De Pamplona a Puente la Reina
De Puente la Reina a Vilatuerta
De Vilatuerta a Villamayor de Monjardín
De Villamayor a Torres del Rio
De Torres del Rio a Logroño
Logroño
De Logroño a Ventosa
De Ventosa a Asofra
De Asofra a Santo Domingo de la Calzada
De Santo Domingo a Villamayor del Rio
De Villamayor del Rio a Villafranca Montes de Oca
De Villafranca a Agés
De Agés a Burgos
Burgos
De Burgos a Rabé de las Calzadas
De Rabé de las Calzadas a Hontanas
De Hontanas a Itero de la Vega
De Itero de la Vega a Población de Campos
De Población de Campos a Carrión de los Condes
De Carrión de los Condes a Calzadilla de la Cueza
De Calzadilla de la Cueza a Sahagun
De Sahagun a El Burgo Ranero
De El Burgo Ranero a Mansilla de las Mulas
De Mansilla de las Mulas a León
León
De Léon a Villar de Mazarife
De Villar de Mazarife a Villares de Orbigo
De Villares de Orbigo a Murias de Rechivaldo
De Murias de Rechivaldo a Rabanal del Camino
De Rabanal del Camino a El Acebo
De El Acebo a Ponferrada
De Ponferrada a Villafranca del Bierzo
De Villafranca del Bierzo a Vega de Valcarce
De Vega de Valcarce a O Cebreiro
De O Cebreiro a Fillobal
De Fillobal a Sarria
De Sarria a Portomarín
De Portomarín a Airexe
De Airexe a Melide
De Melide a Arzua
De Arzua a Pedrouzo
De Pedrouzo a Santiago de Compostela

Não deixem também de ler as nossas dicas práticas de Preparação para o Caminho, o que levar na Mochila e como chegar de forma prática e económica a Saint Jean Pied de Port.

Para quem desejar conhecer melhor a cidade de Santiago de Compostela e a sua Catedral pode ainda espreitar estes dois posts: Catedral de Santiago e o Passeando por Compostela.

E para quem queira conhecer o segundo Caminho de Santiago mais percorrido, não deixe de ler os nossos relatos do Caminho Português de Santiago, percorrido em 2012, assim como o Epílogo desse mesmo Caminho, no Cabo Finisterra e Muxia.

E não se esqueçam de nos seguir no Facebook e no Google+

sexta-feira, 28 de Março de 2014

De Arzua a Pedrouzo (20kms)

790kms percorridos
23kms para Santiago

Pedrouzo, a antecâmara de um sonho! Somente 23kms a separar-nos da praça do Obradoiro. Ainda hoje, ao escrevermos estas linhas, parece irreal. Mais de um mês depois de termos saído de Saint-Jean-Pied-de-Port estávamos agora às portas de Santiago.